Entenda por que você sente muito sono durante o dia

14 de julho, 2021

Entenda por que você sente muito sono durante o dia

A sonolência diurna é a dificuldade que uma pessoa tem de se manter acordada durante o dia, quando ela deveria estar fazendo suas atividades corriqueiras. É uma sensação tão intensa que pode acabar levando cochilando independente do lugar e da atividade do momento. Mas o que leva alguém a sentir tanto sono durante o dia?

Depende. Existem diferentes explicações para isso. Vamos conhecer algumas delas?

Sono ruim

De todas as consequências de dormir mal, sentir sono durante o dia pode parecer inofensivo, mas uma noite ruim pode trazer problemas durante todo o dia seguinte. Problemas estes bem conhecidos por muita gente. De fato, um em cada três americanos não dorme o suficiente.

Um estudo australiano mostrou que pessoas que disseram ter dormido mal na noite anterior reportam mais mal estar no dia seguinte, além de mais sintomas de estresse, ansiedade e negatividade. As funções cognitivas também são prejudicadas quando uma pessoa dorme mal, o que significa que ela estará menos concentrada e atenta ao seu redor. 

Apneia obstrutiva do sono

A presença de apneia do sono é a principal causa médica do excesso de sono durante o dia, aumentando o risco de envolvimento em acidentes de trânsito e disfunção sexual. 

Pessoas com AOS são muito susceptíveis à sonolência diurna porque, ao passar por repetidos microdespertares de madrugada devido às interrupções da respiração, elas acabam tendo mais dificuldade em alcançar os estágios mais profundos do sono. 

Esses estágios são justamente os responsáveis pela recuperação mental e muscular. Você dorme, mas não descansa realmente e, por isso, sente tanto sono durante o dia. 

Dieta inadequada

No Blog do Persono já falamos diversas vezes sobre os problemas que comer demais à noite ou exagerar no café e no álcool podem causar no sono. 

Só que a deficiência de calorias também pode aumentar a fadiga e, por consequência, deixar uma pessoa sonolenta. Isso é um mecanismo de defesa do corpo, que quando percebe que não está recebendo alimento suficiente desacelera o metabolismo para economizar energia. 

Em média, uma mulher adulta deve consumir 2000 calorias por dia e um homem 2500. Para entender a dieta adequada para você, consulte um nutricionista.

Desidratação

Não faltam evidências científicas de que se manter bem hidratado ajuda na manutenção de bons níveis de energia. Em outras palavras: beber pouca água deixa uma pessoa mais cansada, seja para atividades esportivas ou mesmo aquelas rotineiras.

De acordo com o Conselho Regional de Nutricionistas de Pernambuco, a recomendação é que cada pessoa adulta consuma, no mínimo, dois litros de água por dia, mas esse número varia de acordo com as características individuais de cada um. Uma boa maneira de fazer o cálculo é considerar o consumo de 35ml de água por cada quilo de massa corporal. 

Sedentarismo

À primeira vista, dizer que o sedentarismo deixa uma pessoa fatigada parece ser paradoxal. Mas a prática de exercícios físicos ajuda na criação da resistência, que naturalmente deixa uma pessoa menos cansada e sentindo menos sono durante o dia.

20 minutos de prática esportiva de baixa a média intensidade dão ao corpo mais energia do que se a pessoa passasse o mesmo tempo sentada. 

A Organização Mundial da Saúde recomenda que adultos até 64 anos de idade pratiquem entre 150 e 300 minutos semanais de exercícios físicos leves a moderados. A OMS ainda diz que 25% da população mundial não chega ao mínimo recomendado.

Estresse

A alteração nos padrões de sono é um dos primeiros sinais de que uma pessoa está estressada: alguns perdem o sono e outros acabam dormindo excessivamente

Quando estamos sob pressão e estresse, o nosso corpo reage liberando uma quantidade exagerada de cortisol pelas glândulas suprarrenais. Essa dose hormonal extra é uma espécie de mecanismo de defesa, um modo “alerta” contra as adversidades, que acelera o metabolismo e faz o sangue começar a fluir para os músculos mais fortes do corpo. Esse excesso de energia dificulta a transição vigília-sono, o que consequentemente gera cansaço e sono posteriores, uma vez que você não descansa como deveria. A longo prazo isso só tende a piorar.

Por outro lado, existem relatos de pessoas que bocejam em meio a discussões acaloradas e momentos difíceis e simplesmente caem no sono. Isso se chama desamparo aprendido

Condições médicas diversas

Sabe aquele sono extra que aparece quando estamos gripados ou resfriados? Normal. O sono ajuda o nosso corpo a se recuperar de doenças infecciosas e por isso sentimos mais cansaço quando estamos acometidos. 

Casos de anemia, infecção urinária, diabetes, hipotireiodismo e hipertireoidismo também podem aumentar o sono durante o dia e em horários inadequados.

Uso de certos medicamentos

Antihistamínicos (ou antialérgicos), relaxantes musculares, certos analgésicos, anti náuseas,  antitussígenos e ansiolíticos são alguns dos remédios que podem aumentar a sonolência durante o dia. 

Caso isso aconteça com você a ponto de atrapalhar a sua rotina, converse com o seu médico sobre a possibilidade de alterar o horário da medicação. E lembre-se de nunca se automedicar.

Hipersonia 

As hipersonias são distúrbios do sono que fazem com que uma pessoa durma mais do que o usual e/ou se sinta excessivamente sonolenta durante o dia, o que acaba causando prejuízos para a sua rotina. Elas são classificadas como primárias (se sustentam sozinhas, sem motivos externos que causem o problema) e secundárias (consequências de outros fatores).

São consideradas hipersonias primárias que causam sono durante o dia a Síndrome de Kleine-Levin e a Narcolepsia.

Existe ainda a hipersônia idiopática, um distúrbio neurológico crônico que tem como principal característica a necessidade constante do sono, necessidade essa que não é resolvida nem depois de a pessoa dormir bem. 

Depressão

A depressão e o sono vivem uma relação bidimensional: a baixa qualidade do sono aumenta o risco de uma pessoa desenvolver depressão e a depressão causa problemas no sono, sendo a insônia o maior deles.

Se você sente muito sono durante o dia, converse com o seu médico para entender quais as possíveis causas deste problema. É necessário dormir bem para viver melhor.

Compartilhar artigo

Leia também

Arrow
Arrow
Faça parte da comunidade Persono
Enviaremos somente conteúdos relevantes para contribuir com a qualidade do seu sono e não encher a sua caixa de email