Quer receber mais conteúdos gratuitos sobre o sono?

CloseIconMeu

15 de janeiro, 2024

Dicas para um divórcio do sono tranquilo

Dicas para um divórcio do sono tranquilo

Dormir separado não é o primeiro pensamento que surge na cabeça das pessoas quando se fala em casamento. Talvez nem mesmo seja o último. Todo mundo imagina o casal dormindo no mesmo quarto. É por este motivo que o termo “divórcio do sono” pode soar estranho. Mas o que ele significa?

O divórcio do sono nada mais é do que uma escolha feita pelo casal de dormir em quartos separados. Os motivos para adotar esse comportamento são variados. Por exemplo, um casal pode escolher dormir em quartos separados por conta de problemas relacionados ao sono de um dos parceiros (ou dos dois), como o ronco. 

Afinal, dormir bem é importante para a saúde. E se um dos dois (ou os dois) não consegue ter o sono tranquilo, não há problemas em pensar em um divórcio do sono. Só que como fazer essa separação de forma que nenhum dos dois fique magoado? É o que você vai descobrir neste post.

+ Leia Mais: Ataque de pânico noturno: o que é e como afeta o sono

Por que dormir separado do cônjuge? 

Dormir mal pode causar uma série de malefícios, como baixar a imunidade, afetar a saúde mental, aumentar o risco de diversas doenças, como Alzheimer e câncer e dificultar o aprendizado. 

Se a pessoa com quem você dorme sofre de problemas relacionados ao sono, tem horários diferentes do seu ou se mexe muito durante a noite de maneira que a qualidade do seu sono é afetada, então o divórcio do sono pode ser uma solução para que sua saúde não seja prejudicada.

Além disso, dormir bem não ajuda somente na sua saúde, mas influencia também na vida a dois. Uma pesquisa feita por cientistas norte-americanos concluiu que casais que dormiam menos de sete horas por noite tinham a propensão de serem mais hostis com seus parceiros ou parceiras. 

O sono também influencia na interação interpessoal. Outra pesquisa feita por cientistas norte-americanos mostrou que dormir bem ajuda o casal a ter um convívio bom e uma boa convivência auxilia a dormir bem.

Dicas para dormir separado do cônjuge

Bom, se você leu até aqui e percebeu que talvez seja a hora de um divórcio do sono, vamos te dar algumas dicas para que ele aconteça da maneira mais tranquila possível.

Converse antes de separar

A primeira dica na verdade é: não realize o divórcio do sono sem antes conversar com seu parceiro ou sua parceira. Nada como o bom e velho diálogo no relacionamento, não é mesmo? Converse sobre o problema que está atrapalhando seu sono. Evite frases acusatórias como “seu ronco me impede de dormir”. 

Procure saber se a pessoa tem conhecimento do que está acontecendo e proponha uma forma de superar esse problema. Caso seja um distúrbio do sono, por exemplo, se disponha a acompanhar seu cônjuge nas consultas médicas. 

Tenha ambientes igualmente confortáveis 

O divórcio do sono não é sobre um dormir no sofá e o outro no quarto. Ele é uma decisão conjunta no qual ambos têm espaços para boas noites de sono. Não esqueça que o objetivo de dormir separado é justamente ter qualidade de descanso durante a noite. Isso significa que cada um vai ter o quarto do jeito que acha ser mais confortável para si.

Mantenha um espaço para a intimidade

Caso a hora de ir dormir seja o momento em que você e seu parceiro ou sua parceira costumam ficar abraçados, conversar sobre o dia e fazer sexo, procure ter um tempo e um cantinho para estes momentos antes de ir dormir. Vocês podem escolher um dos quartos ou revezar. Cada casal tem sua própria dinâmica.

Faça sua rotina de sono

Dormir sozinho é novidade para você depois de anos dividindo um quarto? Monte sua própria rotina de sono. Escolha atividades como a leitura de um livro, a prática de um exercício físico de relaxamento ou meditação. O importante é começar a preparar o corpo para a hora do descanso.

Não fale sobre o seu divórcio do sono abertamente

Se a reação das pessoas sobre o seu divórcio do sono é uma preocupação para você, não se preocupe em falar sobre este assunto. Você não precisa compartilhar sua intimidade caso acredite que vai passar por algum tipo de julgamento.

+ Leia Mais: O que é hibernar e por que não acontece com os seres humanos?

Procure ajuda médica

Não é porque dormir separado do seu parceiro ou da sua parceira é uma solução para o seu sono que você pode ignorar os problemas de sono dele ou dela (e até mesmo os seus). Se há alguma suspeita de distúrbio do sono, procure um médico para investigar e tratar o problema.

E caso a dinâmica do divórcio do sono seja um assunto sensível para um dos dois (ou até mesmo os dois), procure uma terapia de casal. Lembre-se: o divórcio do sono deve ser uma ajuda para que todos possam dormir com mais qualidade.

Boa noite!

Compartilhar artigo

Descubra mais conteúdo sobre:

Leia também

Faça parte da comunidade Persono
Enviaremos somente conteúdos relevantes para contribuir com a qualidade do seu sono e não encher a sua caixa de email