Quer receber mais conteúdos gratuitos sobre o sono?

CloseIconMenu

21 de fevereiro, 2022

Sono Profundo

Sono Profundo

O sono dos seres humanos é bem mais complexo do que pode parecer, até porque quando estamos passando por ele não estamos conscientes do que acontece no nosso organismo. O sono tem uma arquitetura complexa e bem estruturada, no qual cada fase tem funções específicas e bem definidas. Hoje vamos falar especificamente do Sono Profundo.

Aliás, você sabia que Sono Profundo é o “nome artístico” dele? Na realidade, ele tem vários nomes: Fase 3, Sono Delta, Sono de Ondas Lentas e Sono Não-REM 3. Esse último faz referência ao fato de essa ser uma fase do sono sem movimento rápido dos olhos (non-rapid eye movement) e a terceira a aparecer no ciclo do sono completo.

O que é o sono profundo

Sono profundo é a fase do sono na qual as ondas cerebrais estão mais lentas, com uma amplitude relativamente alta e uma frequência de 0,5 a 2 Hertz

Para ser caracterizado como sono profundo, essas ondas precisam fazer 6 segundos em uma janela de 30 segundos. A parte inicial da onda é um período de inibição por meio do que os neurônios do neocórtex (região localizada na parte externa do cérebro e que está relacionada a funções como comandos motores, percepção sensorial, consciência e linguagem) estão “descansando”. Em seguida, acontece uma fase de despolarização ou excitação, na qual os neurônios disparam breve e rapidamente. 

O nome dessas ondas lentas é ondas delta. 

O Persono é o primeiro travesseiro com tecnologia de monitoramento de sono embutida nas camadas internas

O sono profundo também tem como característica durar entre 20 e 40 minutos nos primeiros ciclos da noite. Depois, nos ciclos finais, ele vai ficando mais curto.

Outra característica marcante é a dificuldade de acordar durante a sua ocorrência. Caso você consiga despertar durante o sono profundo, poderá passar por um longo momento de desorientação e dificuldades. É a chamada inércia do sono, que pode durar até 60 minutos.

Quanto tempo de sono profundo é necessário?

Não existe um número exato de quanto tempo de sono de ondas lentas é necessário por noite. Algumas estimativas apontam que uma pessoa adulta passe, em média, entre 13 e 23% do seu tempo dormindo em sono profundo.

Considerando o padrão de oito horas de sono, isso representa um período de 60 a 110 minutos de sono profundo por noite, aproximadamente. Lembrando que a quantidade de horas de sono é individual. 

Mas não é assim para todo mundo. Pessoas que têm o hábito de cochilar com frequência, por exemplo, costumam apresentar uma proporção mais baixa de sono N3. O mesmo acontece com pacientes que sofrem de fibromialgia.

Por outro lado, pessoas que estão em tratamento de CPAP para apneia do sono podem sofrer um rebote de sono profundo. 

Funções do sono profundo

Uma das funções mais importantes do sono profundo é dar tempo ao corpo e sobretudo ao cérebro de descansar. Como esse é o momento em que a atividade cerebral é menos acelerada, ele pode se restabelecer do estresse do dia e se preparar para a jornada seguinte. 

O cérebro também aproveita o sono profundo para eliminar substâncias que foram acumuladas durante o dia. Uma delas é a proteína beta-amilóide, que é essencial para a proteção cerebral, mas que, quando se acumula, pode formar placas que são o primeiro sinal de doença de Alzheimer. Se uma pessoa não dorme o suficiente, o cérebro não consegue eliminar a quantidade adequada dessa proteína. 

Outros benefícios

A desaceleração das atividades cerebrais durante o sono profundo também é essencial para o sistema imunológico funcionar adequadamente. Ele aproveita esse momento de calmaria para “recarregar as baterias”. 

“Na fase profunda do sono não-REM, recarregamos nosso sistema imunológico. Além disso, o corpo aumenta a sensibilidade a esses fatores, então você acorda no dia seguinte mais imune e vigoroso”, conta o neurocientista especialista em sono Matthew Walker em um vídeo para o TED.

É por isso que a resposta imunológica às vacinas é maior depois de uma boa noite de sono.

Também durante o sono profundo ocorre a reparação e a reconstrução de tecidos, ossos e músculos dado ao aumento da liberação de hormônios de crescimento nessa parte da noite. Esse é o motivo pelo qual ele é especialmente importante para atletas antes e depois de uma competição. 

Ele ainda tem um papel essencial na metabolização de glicose, processamento de memórias e otimização do espaço cerebral para o recebimento de novas informações. 

Distúrbios do sono relacionados ao sono profundo

Os distúrbios do sono ligados ao sono profundo têm uma característica em comum que os une: geralmente, eles são marcados por episódios que não criam memórias nas pessoas que passam por eles. Ou seja: a pessoa não se lembra que algo aconteceu.

Por outro lado, quem convive com essas pessoas pode ser bastante prejudicado.

Conheça alguns desses distúrbios:

  • Sonambulismo, no qual a pessoa, mesmo estando tecnicamente dormindo, pode realizar diferentes atividades motoras simples como falar ou sentar na cama até ações mais complexas, como caminhar, tentar dirigir, mudar de roupa e até mesmo comer. 
  • Terror noturno, caracterizado como um despertar repentino com um grito cortante ou choro que pode vir acompanhado de alucinações e ainda com manifestações autônomas de medo intenso, tais como taquicardia, avermelhamento da pele, suor, tensão muscular, dilatação das pupilas e respiração agitada.
  • Sexônia, uma espécie de sonambulismo ligado ao sexo no qual a pessoa pode engajar efetivamente em sexo, desencadear movimentações de caráter sexual e se masturbar, entre outros. A inconsciência do fato torna a pessoa que está a seu lado uma vítima em potencial. 

Como saber se você tem pouco sono profundo

Como ele é o responsável pela restauração da energia e efetivamente pelo descanso, a maneira como você acorda é um excelente indicador da qualidade e quantidade do seu sono profundo. 

Se você desperta com pouca energia, se sentindo pouco restaurando ou pouco alerta, pode sim ser sinal de que algo está desregulado com o seu sono. Lembre-se apenas de esperar alguns minutinhos antes dessa autoavaliação, já que se sentir um pouco lento e perdido é normal assim que você sai do estado de sono.

Boa noite!

Compartilhar artigo

Descubra mais conteúdo sobre:

Leia também

Arrow
Arrow
Faça parte da comunidade Persono
Enviaremos somente conteúdos relevantes para contribuir com a qualidade do seu sono e não encher a sua caixa de email