Como espantar o frio e ter mais produtividade no inverno

16 de julho, 2021

Como espantar o frio e ter mais produtividade no inverno

Há alguns dias publicamos aqui no Blog do Persono um post falando sobre o cansaço parecer ser maior nos meses mais frios do ano, percepção compartilhada por muita gente. Depois de lançado esse conteúdo, recebemos comentários de gente dizendo que, além de se sentirem mais cansadas, não são capazes de manter o mesmo nível de produtividade no inverno. 

E agora?

Como fazer para espantar a falta de energia e vontade quanto está mais frio? Como conseguir mais produtividade no inverno, quando saímos menos de casa e comprovadamente sentimos que temos menos energia?

Winter Blues ou a Tristeza de Inverno

No inglês Winter Blues e no português Tristeza de Inverno. Os dois são apenas os nomes mais floreados e divulgados na imprensa do Transtorno Afetivo Sazonal, um tipo de depressão que ocorre em uma época específica do ano, especialmente no inverno. A SAD afeta sobretudo as mulheres e aqueles que vivem mais distantes da Linha do Equador.

Isso acontece, entre outros motivos, graças à diminuição da nossa exposição à luz solar nesse período. “No nosso corpo, a luz funciona para interromper a produção do hormônio do sono, a melatonina, o que nos faz acordar”, explica Alison Kerry, head de comunicação da Mind, instituição focada na conscientização sobre a saúde mental. 

Dicas para ter mais produtividade no inverno

Confira abaixo:

1. Abra as cortinas assim que acordar

A gente vai entender se você não quiser abrir a janela e sentir uma lufada de ar frio na cara, mas a abertura das cortinas e persianas é inegociável se você quiser ter mais energia e produtividade no inverno.

Como mencionado acima, a presença de luz é essencial para desacelerar a produção de melatonina. Assim sendo, você precisa dela para, quando acordar, se sentir mais disposto e pronto para o dia. Isso também vale para dias nublados.

Caso você precise acordar em um horário anterior ao nascer do sol, vale a pena investir em um despertador que te acorde com uma luz que simule a natural para que o despertar seja menos agressivo. 

2. Crie uma rotina matutina prazerosa 

No inverno já é mais difícil sair da cama, e se você acorda cinco minutos antes de começar a trabalhar então… Pode estar aí o porquê de você sentir baixa energia pelas manhãs: você não tem tempo para despertar direito, já acorda atordoado e cheio de coisas para fazer, muitas vezes coisas pouco divertidas.

Levantar meia hora ou uma hora antes e ter tempo para fazer algo gostoso dá uma injeção de ânimo em qualquer pessoa. Você pode tomar um café da manhã com tranquilidade, ler um pouco, meditar, sair para uma caminhada rápida… O que for, mas que seja algo que você realmente anseia. Vai ficar mais fácil levantar. 

3. Pratique exercícios físicos

De acordo com o guia do sistema de saúde britânico, “a prática de exercícios físicos no final da tarde pode reduzir a fadiga do início da noite e até melhorar o sono“. 

Pode ser mais difícil sair da cama ou do sofá quando os dias estão mais frios ou escuros, mas os benefícios compensam o pequeno sacrifício: você terá mais energia para cumprir com a rotina e ainda vai evitar o ganho de peso tradicional das épocas mais frias, quando a dieta é enriquecida.

4. Cuidado com banhos excessivamente quentes à noite

Quem não curte um banho quentinho antes de ir para a cama? Só que existe uma diferença importante entre “quentinho” e fervendo a ponto de transformar o banheiro em uma sauna. 

Quando a água está excessivamente quente, além de retirar parte da barreira de proteção da pele, a sua temperatura corporal acaba subindo muito e é exatamente o oposto que ela precisa durante a transição da vigília para o sono. 

É por esse mesmo motivo que você não deve exagerar no aquecedor de ambientes. 

Ambas as situações podem ter efeito contrário ao desejado e deixar o sono mais agitado ao invés de mais confortável. Consequentemente, na manhã seguinte você estará menos descansado e terá menos produtividade no inverno.

Dica: dormir de meias é uma boa para não sentir frio e ainda ajudar no sono.

5. Dê algumas pausas no trabalho

E se alguém te questionar, a gente compartilha as evidências. Sair da mesa por alguns minutos e relaxar a cabeça aumenta a produtividade no inverno. E no verão, na primavera e no outono também.  

Uma pesquisa mostrou que as pessoas mais produtivas são aquelas que a cada certo tempo tiram um pequeno descanso para fazer outra coisa. Anote aí a fórmula: 52 minutos de trabalho e depois 17 minutos de descanso. Assim é a rotina dos 10% mais produtivos. 

Se você já tem tendência a sentir uma queda de produtividade no inverno e/ou sofre de SAD, dar pequenas pausas pode ajudar você a ter uma performance mais alta. O segredo não é trabalhar mais, mas trabalhar melhor.

E lembre-se de aproveitar o frio para se divertir fazendo aquilo que no verão não dá, como tomar um chá quentinho a todas as horas, fazer um fondue com os amigos.

Compartilhar artigo

Leia também

Arrow
Arrow
Faça parte da comunidade Persono
Enviaremos somente conteúdos relevantes para contribuir com a qualidade do seu sono e não encher a sua caixa de email